Diabetes


CUIDADOS NUTRICIONAIS NO TRATAMENTO DA DIABETES

Dieta para diabetes - Orientações Gerais

Para controlar a sua glicemia:

  • Ter uma alimentação fracionada (comer várias vezes ao dia em pequenas porções, a cada 3-4 horas);
  • Consumir alimentos ricos em fibras (cereais integrais, hortaliças, frutas e leguminosas);
  • Consumir frutas e sucos de frutas naturais. Dê preferência por frutas ao invés de sucos;
  • Evitar consumir alimentos ricos em gordura saturada e colesterol como: manteiga, creme de leite, queijos amarelos, carnes gordas (cupim, costela e picanha) e embutidos;
  • Evitar consumir alimentos ricos em açúcar como: doces (pudim, suspiro, mel, açúcar, bolos, sorvetes, balas e geléias que contêm açúcar, marmelada, goiabada, doces em calda, rapadura, etc.); refrigerante normal e sucos artificiais com açúcar;
  • Evitar consumir bebidas alcóolicas.


Boa conduta:

1) Café da manhã:
  • Preferir queijo branco ou com baixa quantidade de gordura;
  • Pão integral ou aveia;
  • Fruta ou suco de fruta (natural ou light, dica: Del Valle/Maguary light)!!


2) Almoço e Jantar:
  • Iniciar a refeição com uma salada de folhas e legumes crus. Tempere com um pouco de azeite (1 colher de sobremesa), limão e ervas naturais;
  • Preferir comer massa integral ou arroz integral/parbolizado com feijão (ou lentilha, grão de bico, ervilha);
  • Para acompanhar sempre uma carne vermelha magra (alcatra, maminha, coxão duro, filé mignon, patinho), frango grelhado ou peixe sem pele (cavala, sardinha, salmão, truta, atum, robalo, garoupa, linguado, cação).


3) Lanches: mantenha um intervalo de no máximo 3 a 4 horas entre as refeições.
  • Preferir comer frutas, iogurtes desnatados, barras de cereais dietéticas, leite desnatado ou queijo branco.


4) Faça todas as refeições: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar! Isso é muito importante para o controle da glicemia!


5) Beba bastante água entre as refeições (cerca de 2 litros ao dia)


6) Não abusar ou exceder no consumo de adoçantes ou alimentos dietéticos (“diet” ou “light”). Fique atento: Leia os rótulos dos alimentos antes de comprá-los para se certificar de que realmente não contém açúcar (sacarose, glicose).


7) Fundamental fazer exercício físico, com as devidas orientações (nutricionista e professor de educação física).

OBS:
Os carboidratos podem ser classificados em complexo ou simples, dependendo do tamanho da partícula (molécula). O tempo de absorção do carboidrato significa o tempo que o organismo vai quebrar o carboidrato em glicose, liberando-a na circulação sangüínea. Os carboidratos simples são rapidamente digeridos e proporcionam uma liberação de glicose muito rápida e em grandes quantidades, proporcionando picos glicêmicos. Já, os carboidratos complexos teoricamente demoram mais tempo para serem digeridos completamente, então a chance destes proporcionarem um pico glicêmico (alta quantidade de glicose no sangue) é mais difícil mas, na verdade isso vai depender do tipo de carboidrato. Em geral os carboidratos complexos refinados apresentam picos glicêmicos semelhante aos carboidratos simples. Já os carboidratos complexos integrais apresentam picos glicêmicos menores, além de ter mais vitaminas, minerais e fibras, por isso são os mais indicados!

Carb. simples: açúcar e mel.
Carb. complexos refinados: pão branco (farinha trigo), pão francês, arroz, batata, massa.
Carb. complexos integrais: pão integral (farinha de trigo integral), massa integral, arroz integral/parbolizado.